Madereira Portal
Auto Peças
Cia das Bebidas
17-09-2018 às 16:09

Em Maceió, Zé Dirceu elogia Renan Calheiros: “ele sempre foi lulista e leal com o PT”

Foto: Lisa Gabriela/Cada Minuto

Durante sua passagem por Maceió para o lançamento do livro “Zé Dirceu – Memórias Volume I”, o ex-ministro José Dirceu [condenado a 30 anos e 9 meses de prisão] comentou sobre a união do Partido dos Trabalhadores (PT) com outros partidos que apoiaram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e defendeu a aliança com Renan Calheiros.

No lançamento que ocorreu na manhã desta segunda-feira (17), na sede do PT, em Maceió, ao lado de Ricardo Barbosa e do deputado Paulão, Dirceu disse que o grande titular do golpe foi o PSDB e que os mentores do impeachment estão coligados com o partido.

Ele também  elogiou o senador Renan Calheiros e afirmou que apesar de Calheiros ter votado a favor do impeachment, em 2016, Renan sempre foi lulista. “O que há são apoios individuais, quem idealizou e apoiou o golpe está com Alckmin. O Renan, por exemplo, sempre foi lulista e leal conosco”, afimrou.

Sobre o indulto a Lula, Zé Dirceu comentou que o ex-presidente não quer o indulto já que ele “quer que a justiça prove que ele é inocente”. “O indulto seria um atestado de culpa e Lula não aceita”, ressaltou.

O ex-chefe da Casa Civil afirmou que durante o tempo que passou na cadeia não guardou “mágoas” do partido e nem se sente injustiçado. “Na época da minha condenação foi um golpe duro já que dediquei minha vida ao PT”, afirmou Dirceu.

Eleições 2018

Dirceu acredita que quem vai ao segundo turno contra Bolsonaro, segundo as pesquisas, é Haddad. Entretanto, ele se mostrou contra o discurso que Haddad perderia para Bolsonaro.

“O que precisa acontecer é um debate de argumentos. Haddad ganharia no segundo turno por diversos fatores: vai ter debates apenas entre os dois candidatos, o tempo de Tv para ambos será igual e eu confio no eleitorado”, enfatizou o ex-ministro.

Zé Dirceu criticou Bolsonaro e disse que não é contra a candidatura dele, já que “ele defende a democracia”, mas falou que todos os discursos de Jair são anti-democráticos e o “povo não pode aceitar isso”.

Além disto, Dirceu disse quer acredita que o PT no governo vai reaver os projetos aprovados na gestão de Temer, como a reforma trabalhista.

*estagiária sob a supervisão da editoria

Fonte: Cada Minuto

1 Comentário

  1. leonardo fortes disse:

    Isso é mordaça não comentário.
    Estão com medo de que ?
    Ou fazem parte da quadrilha ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias