Madereira Portal
Auto Peças

Alonso dá show, quebra jejum e vence na Espanha; Massa chega em terceiro

GP

Fernando Alonso estava certo ao se mostrar otimista para o GP da Espanha, realizado neste domingo no circuito de Montmelò. Para delírio do público, o piloto espanhol voltou a vencer a casa após longo jejum e quebrou uma ‘tradição‘. Felipe Massa também teve um dia muito bom: ficou em terceiro e subiu ao pódio pela primeira vez nesta temporada. O ‘intruso’ entre as Ferraris foi Kimi Räikkönen, segundo colocado.

As posições no grid indicavam uma situação complicada para a Ferrari na corrida, que abre a série de provas no continente europeu. Alonso saiu na quinta posição e Massa, punido por bloquear a Red Bull de Mark Webber durante o treino de classificação, largou em nono. O espanhol, porém, demonstrou confiança no ritmo de corrida dos dois carros e exibiu confiança. Acertou em cheio.

Alonso vencera em casa pela última vez em 2006. Outro ‘tabu’ foi quebrado pelo piloto da Ferrari. A última vez na qual o vencedor do GP da Espanha não largou na primeira fila havia sido em 1996, com Michael Schumacher, que largou em terceiro naquele ano. A dupla da Mercedes (Nico Rosberg e Lewis Hamilton), que saiu nas duas primeiras posições, confirmou que a equipe sofre demais com o desgaste excessivo de pneus e o fraco ritmo de prova em relação aos demais concorrentes.

Na largada, Rosberg se manteve na primeira posição. Seu companheiro de equipe, porém, não teve a mesma sorte. Hamilton foi ultrapassado por Vettel e Alonso e caiu para quarto. Massa largou bem e ganhou duas posições logo de cara. Após pressionar Sergio Pérez, o brasileiro também superou o piloto da McLaren e subiu para sexto.

Líder, Rosberg segurou o pelotão nas primeiras voltas, em uma tentativa de amenizar o alto desgaste de pneus da Mercedes quando comparado aos carros de outras equipes. Na nona volta, Massa foi o primeiro piloto do bloco dos mais bem colocados na prova a parar nos boxes. O brasileiro foi para a quinta posição.

Alonso se deu bem no pit stop e ganhou a segunda posição de Vettel. O espanhol partiu para cima de Rosberg e o ultrapassou na 13ª volta, para delírio do público. O piloto da Mercedes, que até então havia resistido à pressão dos rivais, também foi ultrapassado por Vettel e Massa.

Com um forte ritmo, Alonso abriu vantagem de 4s sobre Vettel na ponta. As Ferraris pararam pela segunda vez nos boxes um pouco antes dos rivais. Räikkönen, ao contrário dos primeiros colocados, mantinha bom ritmo de corrida usando pneus médios – os demais pilotos optaram por largar com pneus médios e trocaram pelos duros.

Com as paradas de Vettel e Räikkönen, Massa assumiu a segunda posição. Na 33ª volta, após intensa briga, o finlandês superou o atual tricampeão mundial e assumiu o terceiro lugar. Enquanto isso, as Ferraris abriam vantagem e mostravam consistência. Os carros vermelhos foram para a terceira parada e colocaram pneus médios.

Räikkönen assumiu a ponta, mas foi ultrapassado por Alonso na 39ª volta. O piloto da Lotus fez seu último pit stop na 46ª volta. A dúvida na parte final da prova era se as Ferraris conseguiriam voltar à frente do finlandês quando fizessem sua quarta parada. Alonso se deu melhor e partiu para a vitória; Massa ficou mesmo em terceiro.

A próxima etapa da temporada será realizada no dia 26 deste mês, quando os pilotos disputam o GP de Monte Carlo no circuito de rua em Mônaco.

Do UOL

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias