Madereira Portal
Auto Peças

Funcionários do IML ‘esquecem’ perna de vítima de acidente

Com o impacto da colisão os corpos das vítimas foram dilacerados e partes deles ficaram espalhados na pista (Fábio Araújo)

O grave acidente ocorrido na noite de terça-feira (11), que vitimou o major do Corpo de Bombeiros, Washington Luis de Lima, 53, e a mulher Maria Eliane do Nascimento Pimentel, 32, ainda causa dor na família das vitimas.

Um lapso por parte de funcionários do Instituto Médico Legal (IML) de Maceió e peritos do Instituto de Criminalística (IC) deixaram para trás um dos órgãos – perna – do oficial.

A trágica descoberta do lapso somente aconteceu quando familiares do oficial do CB estavam providenciando seu sepultamento.

Aflita a família relatou a falta da perna para os funcionários do IML que tentaram, tardiamente repa-rar o erro encaminhando para o local em um dos trechos da BR-104, entre a cidade de Messias e o acesso a cidade de Murici, interior de Alagoas, uma viatura do CB, mas que devido a sua não liberação foi necessário que parentes e amigos providenciassem junto a uma funerária a remoção do órgão que permanecia exposto, sobe o olhar de quem passava pela rodovia, numa temperatura de quase quarenta graus.

A direção do IML e do Instituto de Criminalística ainda não se pronunciaram pelo erro cometido por parte de seus funcionários.

Fonte: emergencia190

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias