Madereira Portal
Auto Peças

Médicos do Detran/AL pedem demissão e concurso deverá ser realizado

Wellington Galvão, presidente do Sindicato dos Médicos (Foto: Arquivo Gazetaweb)

Wellington Galvão, presidente do Sindicato dos Médicos (Foto: Arquivo Gazetaweb)

O Detran/AL está sem médicos. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas, Wellington Galvão, nesta segunda-feira (3). As médicas que integravam o órgão pediram demissão e, com as vagas em aberto, um novo concurso pode ser realizado.

As quatro profissionais eram responsáveis pela perícia médica, que possibilita a portadores de deficiência física renovar a Carteira de Habilitação Nacional (CNH) ou mesmo comprar carros com isenção de impostos.

A demissão teria ocorrido por causa da quebra de um acordo feito estre as médicas e a atual gestão do Detran, que não cobrava o cumprimento das 40 horas semanais de trabalho, por causa do baixo salário das médicas. “Elas são concursadas e recebem apenas R$ 4 mil por mês, enquanto o piso nacional para essa mesma carga horária é de R$ 20 mil. O salário está muito defasado e não vale a pena trabalhar lá”, contou o sindicalista.

Wellington Galvão contou que a implantação de um sistema de pontos, que cobra exatamente as 40 horas semanais, foi a gota d’água. Duas médicas já tinham pedido demissão e as outras duas, que estavam de férias, tomaram a mesma decisão nesta segunda-feira.

“As profissionais precisam trabalhar em outro lugar para poder complementar a renda. Elas tentaram entrar em acordo por dois meses com o órgão, mas não houve como. Então elas pediram férias e, ao voltarem, optaram pela demissão”, relatou.

A assessoria do Detran/AL informou que os órgãos superiores já foram avisados da situação e há a possibilidade da abertura de um novo concurso para suprir a carência. No entanto, o sindicato avisou que desaconselhará os médicos a participarem dessa seleção, justamente por causa do baixo salário.

Fonte: Gazeta Web

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias