Madereira Portal
Auto Peças

Militares ameaçam endurecimento da ‘operação padrão’; sessão é suspensa

Militares começam a se aglomerar em frente à ALE

Militares começam a se aglomerar em frente à ALE

O governo do Estado terá um grande desafio nesta sexta, 19, para a aprovação do projeto que beneficia militares da Polícia e do Corpo de Bombeiros. Os presidentes das associações militares estão na Assembleia Legislativa de Alagoas e afirmam que o projeto enviado à ALE não foi o mesmo discutido com a categoria e que pôs fim à operação padrão que foi desencadeada no Estado.

Revoltados com o projeto, os militares discordam do realinhamento proposto, além das diretrizes do projeto que disciplina do trabalho voluntário remunerado, o chamado Bico Legal. Os militares discordam da carga horária e do número de serviços proposto pelo projeto.

Os presidentes de associação estão reunidos com os presidentes de comissões da ALE e exigem a retomada do projeto em sua origem. O clima é tenso na casa de Tavares Bastos. Os militares afirmam que se o projeto for aprovado nos moldes atuais irão endurecer a operação padrão em todo o Estado.

O presidente da Casa, Fernando Toledo (PSDB), fez a chamada e mesmo constatado a presença de 14 deputados, suspendeu a sessão por 60 minutos para entendimento de lideranças.

Fonte: Alagoas 24 Horas

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias