Madereira Portal
Auto Peças

Servidora Quitéria Pinheiro foi sepultada nesta segunda-feira

Sepultamento foi marcado por muita emoção(Foto: Fernanda Ferreira)

O clima de grande pesar marcou o início da noite desta segunda-feira (13), data do sepultamento da servidora Quitéria Maria Lins Pinheiro, 54 anos, assassinada com dois tiros nas costas no último domingo (12). O enterro foi realizado no cemitério Parque das Flores, no bairro do Tabuleiro dos Martins.

Muitos foram até o local dar adeus, dentre eles familiares, amigos e conhecidos e políticos. Todos renderam homenagens ao som da banda do exército, que tocava a marcha fúnebre.

Reunidos próximos ao local do enterro, alguns primos comentavam o acontecido. Todos lamentavam a perda da prima e amiga. “É uma dor muito grande, eu só consigo sentir a dor e um profundo vazio”, afirmou um deles.

“Eu me sinto inseguro, agora mais do que nunca, pensamos que o perigo está longe, nas ruas, mas quando nos deparamos com ele tão próximo, é muito mais triste”, afirmou Carlos, outro primo de Quitéria.

Próximo a ela um grupo de amigos lamentava. Deyse, amiga do trabalho, relembrou o tempo em que esteve com ela. “Trabalhei vinte anos com a Quitéria, nunca imaginei que algo assim poderia acontecer. Não dá pra acreditar, eu vejo ela no caixão, mas não reconheço, não consigo aceitar, é injusto e estúpido saber o motivo de sua morte prematura”, completou Deyse.

“Sinto um grande vazio. Ela era uma mulher incrível, bondosa, caridosa, temente a Deus. Por onde passava ela deixava amigos, não conheço ninguém que não gostasse dela. Agora eu torço pra Deus dar conforto à família, pois sei que uma dor como esta é insuperável”, acrescentou Carla, amiga de Quitéria.

Após um canto de orações no qual todos os presentes pediram pela alma de Quitéria, o caixão por fim desceu à sepultura. Acompanhado por doce música de despedida, aplausos e soluços de emoção tomaram conta da noite.

O crime

A funcionária pública Quitéria Maria Lins Pinheiro, de 54 anos, foi assassinada por volta das 19h do último domingo, dentro da própria casa, situada na Rua Serafim Costa, no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió. Ela era irmã da empresária alagoana Izabel Pinheiro.

De acordo com vizinhos, a mulher foi chamada por um homem desconhecido. Ao abrir a porta foi possivelmente surpreendida pela arma. Ela ainda tentou correr, mas terminou atingida por dois tiros nas costas. A polícia foi acionada, mas ao chegar ao local a funcionária pública já estava em óbito.

Inicialmente a polícia militar informou que o sobrinho da vítima, que também estava na casa, teria sido levado pelos criminosos e deixado, posteriormente, no bairro Benedito Bentes. Após investigações policiais da Delegacia de Homicídios e de militares da Força Nacional, o jovem Klinger Lins Pinheiro, 20 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (13). Ele confessou o crime, que teria sido cometido por uma divida do acusado para com a vítima.

Fonte: Gazeta Web

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias