Madereira Portal
Auto Peças
Cia das Bebidas

Vândalos são presos ao invadir supermercado fechado no centro de Maceió

Jovens foram flagrados dentro do terreno do supermercado no centro de Maceió, tentando furtar telhas (Foto: Matheus Tenório/G1)

Cinco jovens foram presos e um adolescente apreendido na tarde desta segunda-feira (15) após invadirem o prédio onde funcionava o Hiper Bompreço, na Avenida Buarque de Macedo, no centro de Maceió, para tentar roubar telhas.

Eles foram identificados como Carlos Marciel, 38, Aremi Martins, 19, Elânio Oliveira da Silva, 21, Edmilson Cassiano da Silva, 23 e Everton da Silva Santos, 27. O adolescente apreendido tem 15 anos.

O supermercado encerrou as atividades e foi fechado no fim de 2015. Após ser esvaziado, o acesso ao local foi fechado com grades e portões. As portas foram concretadas e uma empresa de segurança faz a vigilância do prédio.

Um dos vigilantes que trabalham no local disse ao G1 que os suspeitos entraram por um portão que fica nos fundos do prédio, e que é fechado apenas com um fio de aço.

“Lá atrás tinha segurança, mas não tem mais. O pessoal está fazendo a festa, e se continuar assim, o prédio vai ficar como o do INSS [na Praça dos Palmares, também no Centro, e que foi depenado por vândalos]”, afirma o vigilante Paulo Viana.

Ainda segundo ele, a vigilância no local só vai até o dia 27 de janeiro por conta do fim do contrato com a empresa de segurança.

Por meio de nota, o Walmart, dono da rede Hiper Bompreço, informou que o imóvel em questão era alugado, mas já foi devolvido ao proprietário.

De acordo com o sargento C. Roberto, do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), essa não é a primeira ocorrência do tipo no local.

“Eles só tentaram pegar telhas, porque dá para vender e fazer alguma coisa. Como o local aqui fica aberto, essas invasões acontecem com frequência”, explica o sargento.

Os cinco suspeitos e o menor foram levados para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol.

Segundo a polícia, telhas seriam vendidas pelos suspeitos (Foto: Matheus Tenório/G1)Segundo a polícia, telhas seriam vendidas pelos suspeitos (Foto: Matheus Tenório/G1)

Segundo a polícia, telhas seriam vendidas pelos suspeitos (Foto: Matheus Tenório/G1)

Portão por onde os suspeitos entraram fica no fundo do supermercado, e era fechado com um fio (Foto: Matheus Tenório/G1)Portão por onde os suspeitos entraram fica no fundo do supermercado, e era fechado com um fio (Foto: Matheus Tenório/G1)

Portão por onde os suspeitos entraram fica no fundo do supermercado, e era fechado com um fio (Foto: Matheus Tenório/G1)

Fonte: G1

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias