Madereira Portal
Auto Peças

VÍDEO: Audiência pública discutiu os problemas da segurança no município de Marechal

Audiência pública discute a falta de segurança no município de Marechal Deodoro. (foto: André do MN)

Audiência pública discute a falta de segurança no município de Marechal Deodoro. (foto: André do MN)

Foi realizada na manhã desta sexta-feira (12), no auditório do IFAL que fica localizado próximo ao pátio da feira, a sessão da Câmara dos Vereadores que irá tentar buscar soluções para minimizar as ações criminosas na antiga capital de Alagoas.

Compareceram a audiência lideranças da segurança pública no município de Marechal Deodoro, a exemplo de representantes da Polícia Militar, 17º Distrito Policial, Guarda Municipal, Prefeitura e Conselho Tutelar. O Ministério Público e o Juiz da Comarca do Único Ofício não mandaram representantes.

DSC_0297

Vereador Dr. Everaldo Souto.

A participação da população era de fundamental importância nesta audiência, para que pudessem discutir os problemas de suas comunidades e tentar analisar formas de reverter o atual quadro em que se encontra a segurança pública na região. Infelizmente essa participação popular não foi a esperada.

Participaram do evento a maioria dos vereadores, representantes da Polícia Civil; dentre eles o delegado do município, Alcides Andrade; o capitão Renilson Dantas, comandante da 5ª Cia da PM; o capitão Santos, representando o Comando de Policiamento da Capital; o coronel Jorge Correia, diretor da GCM; a vice-prefeita professora Iolanda; representantes do Conselho Tutelar, além de comerciantes e da população.

Também se fizeram presentes o Deputado Estadual Sérgio Toledo e o representante da Associação dos Delegados de Polícia, Antonio Carlos Lessa. Ambos tentarão formalizar um documento que contenha ações futuras de combate a criminalidade, a partir das propostas discutidas nesta reunião.

Vereador Marcelo Moringa durante sua fala na audiência.

Vereador Marcelo Moringa durante sua fala na audiência.

Muitos temas foram abordados e as respostas para as diversas perguntas esbarravam sempre na mesma justificativa: a falta de efetivo tanto da PM quanto da PC.

O repórter Eli Correia inclusive conversou com exclusividade para o site MN com o delegado Alcides Andrade e com o Capitão Renilson Dantas. (Clique aqui e confira).

A vereadora Larissa Sena deu como exemplo da insegurança vivenciada na cidade de Marechal Deodoro, o caso em que sua família foi mantida refém de bandidos no povoado Porto Grande.

Os vereadores Cacau e Jorge Mello destacaram o episódio em que uma família teve que pedir ajuda na sede da 5ª Cia para ‘fugir’ da cidade, com medo de serem assassinados.

No geral, vamos aguardar o que será proposto pelas autoridades que ali se fizeram presentes, e se essas propostas serão realmente efetivadas.

O vereador Walter Cabeção não compareceu a audiência.

Confira todas as fotos acessando nossa galeria de imagens. 

2 Comentários

  1. GENTEDOBEM disse:

    sera que vao faze alguma coiza pela segurança em marechal duvido muito por que e direito da policia trabalha pela populaçao e ela nao faz quando a populaçao faz uma denuncia anonima a policia pergunta e de onde se for o vizinho depois a propria siz quem foi esso jera um conflito entre as pessoasda comunidade

  2. josé Luiz disse:

    como medida de segurança, se faz necessário exigir do governo do estado a implantação urgente de passarelas nas vias de acesso a Barra Nova e Santa Eita. Redutor de velocidade não evita acidentes e muito menos mortes. Quantos entes queridos ceifaram suas vidas. De quem é a culpa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias