Madereira Portal
Auto Peças

Palestra sobre a história do município de Marechal Deodoro; escolas não mandam alunos

DSC_0893

Professor Sebastião Heleno fez uma apresentação sobre a história do nosso município.

Um povo sem cultura é um povo que abandona o seu próprio passado!

É com esta frase que vamos iniciar nossa matéria acerca da falta de compromisso dos cidadãos deodorenses com a sua própria identidade cultural e sócio-política.

Na tarde desta terça-feira, 30 de março de 2013, uma palestra sobre a história do município de Marechal Deodoro: suas origens; importância no cenário brasileiro; filhos ilustres; dentre outros temas ligados aos fatos históricos, foi proferida pelo Professor Sebastião Heleno no Espaço Cultural Santa Maria Madalena.

DSC_0914

Leandro, ao lado do historiador Professor Sebastião Heleno.

Apenas 20 pessoas compareceram para prestigiar e aprender com o historiador deodorense, cuja apresentação foi bastante importante.

Só que a palestra era voltada especialmente para os alunos de escolas públicas e apenas alguns poucos estudantes compareceram. Muitos falam que foi por culpa das eleições para o Conselho Tutelar.

Pois bem. Só que em muitas outras escolas das redes municipal, estadual e federal, estavam em aula e não tiveram a consideração de valorizar um evento que, ao nosso modo de analisar, é de suma importância para o currículo dos discentes.

O organizador da palestra, Leandro, informou ao MN que a própria SEMED foi informada, mas parece que o informativo não surtiu efeito. Uma pena.

Representando o site Marechal Notícias estiveram prestigiando o evento, além do redator André do MN, também o colunista Erivan Félix.

Parabéns ao professor Sebastião Heleno e ao organizador da palestra. Vamos realizar outras, pois pelo menos os poucos que comparecerem irão aprender um pouco sobre a nossa história.

Fotos: André do MN 

9 Comentários

  1. Erivan Felix disse:

    “Deodoro” e “Educação” infelizmente vocês não se identificaram e não vejo motivo para isso, pois o primeiro passo para que possamos mudar a realidade é dialogar sobre os problemas abertamente sem medo, afinal de contas estamos na luta por melhorias e o medo atrapalha muito. E esse medo é passado para os nossos jovens. Deixo também claro que não sou a favor nem contra a atual administração ou qualquer anterior, apenas vejo que a sociedade pode contribuir com os administradores na realização de políticas públicas. Bem, se vocês tivessem se identificado seria muito bom pois poderíamos estar conversando, procurando uma solução e junto aos meios de comunicação fazer nossa voz ter vez. Incansavelmente elogio os professores principalmente aqueles que me ensinaram devo aos meus pais e a eles a educação que tenho hoje. No momento que falo no texto anterior que “que as ferramentas de trabalho são limitadas”, isso é uma crítica aos órgãos públicos, prefeitura e secretaria de educação, que poderiam estar ajudando ainda mais, dando a estrutura que vocês estão reclamando aqui. Sabemos ainda que tem muitos dos professores que são resistentes em quebrar paradigmas e aceitar novas metodologias de trabalho voltado para o ensino que faça os alunos pensarem, resolverem problemas e ser crítico ao mundo ao qual vivem. Relacionado aos convites para a palestra, realmente eu não estava na organização por tanto não tenho informações a respeito. A minha intenção jamais é desvalorizar a categoria, muito pelo contrário quero sim buscar contribuir como cidadão, dentro das possibilidades, acredito que cada um pode realmente fazer algo pela melhoria da educação no nosso município. Sugiro ainda que se identifiquem de alguma forma para quem sabe começarmos conversar nos programar e enquanto sociedade ver em que a Prefeitura/Secretaria de educação poderá contribuir para esse tão sonhado desenvolvimento. Não adianta ficarmos apenas reclamos temos que partir para ação nos ajudando. Em parceria com outros jovens de Marechal Deodoro estamos com alguns projetos para o resgate da nossa cultura, o Marechal das Antigas e o Marechal em Foco, o primeiro é uma página no facebook onde estamos buscando fotos antigas para que este passado esteja presente na vida dos jovens e população geral, assim não fazendo esquecer e fazendo com que nossa história seja valorizada, sendo o primeiro passo para que possamos desenvolver essa consciência, o segundo, Marechal em Foco é um projeto de fotografia, incentivando jovens deodorenses a participarem de saídas fotográficas no município registrando aspectos históricos, sociais, culturais e ambientais. Vamos iniciar nesse mês de outubro e pretendemos seguir o projeto com exposições e outras atividades.
    Outro dia vi um projeto muito interessante de um professor de uma escola municipal e estou em contato com ele e direção para ver no que podemos estar ajudando e contribuindo. Acredito que para fazermos basta querer, unir forças e cobrar o apoio dos órgãos competentes, mostrando a necessidades embasados e juntos conseguiremos. Forte abraço.

  2. Miguel Mendes disse:

    na minha opinião, não devamos culpar seu A ou seu B, a realidade é que a comunidade não participa e não sente interessada em conhecer a sua própria indenidade, meus amigos em outro comentários falam a respeito da forma de divulgação o qual utilizaram, sabemos se estivesse a programação no site da prefeitura do São João todos estavam sabendo, mais o evento é educativo e cultural sabemos que nosso povo não conhecem nada sobre o seu município. Sabe creio eu que a população só ver o que sente vontade. A educação foi avisada, creio eu que antes de fazer um evento desse porte eles tem apoio de alguém por traz, e quem falou que a história de marechal não estar no currículo dos alunos, quer dizer se os alunos saírem da sala de aula e for para uma aula em campo não serve? onde fica a história de alagoas, tenho certeza que muitos professores não conhecem a história, e não vai procurar saber, e eu eu sei o por que, temos que lutar sim por salario dignos, mais ninguém fala sobre a paralisação de 3 dias que tivemos na educação, e sabe o por que aumento de salario, tem professores que não ta nem ai para os alunos e sim, com o que vai receber no fim do mês. Minha opinião é essa, e em relação ao organizador da palestra estar de parabéns, foi uma ótima iniciativa da aparte do mesmo, espero que a prefeitura olhe realmente quem quer trabalhar e esse jovem ta mostrando trabalho, ao Sebastião Heleno parabéns os seus estudo serviram para os que realmente se preocupam com a educação básica em marechal. Ao site marechal noticia parabéns por se fazer presente e relatar o que vem acontecendo, esse foi um, quanto eventos existem que não temos conhecimento…

    • Deodoro! @ disse:

      Você diz que a Educação foi avisada! Foi você quem avisou, Miguel Mendes? Infelizmente temos professores que não estão nem aí! Isso é fato! Mas quem é você para generalizar? É professor? É diretor? É coordenador? Acredito que não! Pois se o fosse, saberia que ainda existem professores que se importam com a educação dos alunos, mesmo que essa parcela seja minoria! Parabéns a quem organizou a palestra, pois foi muito boa a iniciativa!
      Mas existem pessoas que APENAS CRITICAM ao invés de lutar por uma educação melhor!
      Da próxima vez que tiver palestra, Miguel Mendes, sai avisando nas Escolas para ter a garantia de que estas foram avisadas, para assim, falar das coisas que você anda falando com fundamento e não por achar, acreditar em algo! Fale as coisas que tiver que falar com certeza e não baseado em comentários alheios!

  3. Professora disse:

    Concordo com Deodoro! Nós professores ainda levamos a culpa por não empregarmos nova metodologia de ensino. Mas tem que se observar que o poder público não nos dá suporte para melhor exercermos nosso papel. E no caso dessa palestra acredito que nenhuma escola recebeu convite e, caso contrário, a SEMED poderia ter embargado a ida dos alunos, como já fizera em outros eventos.

  4. Deodoro! @ disse:

    Os convites não foram enviados! A tal palestra não foi divulgada! Temos sim, um déficit na educação, mas nem por isso, devemos colocá-las nesta situação. Cadê o protocolo de recebimento dos convites entregues nas Escolas? Nenhum convite foi entregue!

  5. Ao Andre, Erivan e Leandro. Só agradecimentos! Sebastião Heleno

  6. Erivan Felix disse:

    Lamentável a ausência de alunos e professores nesta palestra. Qual o papel das escolas? Enquanto as escolas estiverem apenas interessas em ensinar que 2+2 = 4, continuaremos nesta situação de caos que vivemos, precisamos conhecer nosso passado para entender nosso presente para daí então construir o futuro que queremos. Infelizmente a metodologia da educação está ultrapassada. Caríssimos professores diretores, e demais funcionários públicos da área da educação, o Futuro está nas mãos de vocês. Todas as crianças e adolescentes que hoje estudam com vocês serão os adultos de amanhã, estes serão responsáveis pela mudança da sociedade seja ela positiva ou negativa. Sei que as ferramentas de trabalho são limitados, salários baixos, mas é justamente por isso que não investem em Educação, quando vocês passarem a ensinar aos estudantes o que é ser cidadão e qual o papel de cada um dentro da sociedade ai sim, as mudanças comerão primeiro dentro das escolas. Basta de ensinar aos alunos a copiar o que o professor coloca no quadro, ensinem a eles a pensarem, desenvolverem suas próprias conclusões sobre diversos temas. Façam o nosso povo pensar, precisamos de uma sociedade mais crítica.(Erivan Felix)!!!

    ______

    “Você individualmente é uma história!” (Professor Sebastião Heleno)

    • EDUCAÇÃO disse:

      Caro Erivan, os alunos não foram por causa da secretária, ela não admite que alunos deixe a sala de aula sem a autorização dela, os diretores não tem poder de mandar alunos para lugar nenhum, os alunos só deixam as escolas se for fazer o papel de escada, para colocar essa secretária la em cima, para ter prestigio com o prefeito, os funcionários que trabalha dentro da secretaria não tem contato com ela.

    • Deodoro! @ disse:

      Caríssimo Erivan, concordo em partes com você. A metodologia da educação que você tanto fala, está realmente ultrapassada, mas a responsabilidade não está só nas mãos dos professores, coordenadores, diretores. Está também, e PRINCIPALMENTE, nas mãos da SEMED e da Prefeitura, a qual não vi crítica alguma de sua parte! As Escolas de Marechal não andam sozinhas, e você, Erivan, como cidadão consciente, sabe disso. Acredito que antes dos comentários surgirem, devem estes ter fundamento. Nenhum convite foi entregue e por tal motivo, nenhuma escola mandou seus alunos. Nossos professores, tão desvalorizados, ainda recebem este tipo de crítica como se não bastasse a grande desvalorização que esta classe já sofre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias