Madereira Portal
Auto Peças

Italiano acusado de matar mulher já foi indiciado por ameaça

Fabrizia já havia indiciado por ameaça

Fabrizia já havia indiciado por ameaça

O italiano Frabrizio Carlo Angelo Riccard, 48 anos, preso após matar a mulher, a brasileira Judite Fonseca de França Riccard, 46, já havia sido indiciado por ameaça. O processo consta na página eletrônica do Tribunal de Justiça de Alagoas. O italiano também foi alvo de uma tentativa de homicídio, ano passado, quando foi alvejado com vários disparos em um bar. Segundo vizinhos, Fabrizio era conhecido pelo temperamento explosivo.

Preso em flagrante após o homicídio, que ocorreu na residência da família na Praia do Francês, o italiano foi encaminhado à Central de Polícia, em Maceió, e deverá ser conduzido ao sistema prisional, onde aguardará julgamento. A mulher do acusado, Judite Fonseca de França Riccard, foi morta por asfixia. Na garganta da mulher, os peritos encontraram um brinquedo sexual de borracha, além de sinais de espancamento.

Em depoimento à polícia, o italiano negou que tenha matado a esposa de forma proposital. Segundo ele, no momento da morte o casal praticava sexo e o engasgo e morte teriam sido acidentais. Fabrizio também negou ser uma pessoa violenta. Segundo relato de vizinhos, o italiano teria quebrado as duas pernas de mulher durante uma briga do casal.

Do AL 24 Horas

1 Comentário

  1. vc vai pagar por isso espancador de mulher!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias