Madereira Portal
Auto Peças

Servidores não aceitam reajuste de 5,83% colocados em mensagem do Governo do Estado e enviada a Assembleia

Gov. Teotônio Vilela.

Gov. Teotônio Vilela.

O servidor público estadual não ficou satisfeito com a mensagem enviada pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa. Pelo menos o Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol) não aceita o que foi ofertado, reajuste de 5,83%. O ideal seria 15% conforme análise das categorias.

O assunto que gerou muitas polêmicas e provocou muitas manifestações parece que não foi resolvido com a decisão do Governo que de antemão vinha anunciando um aumento de 6,5% para os 60 mil servidores.

“É pouquíssimo. De maio a maio teríamos que ter um reajuste mínimo de 6,5%, além dos 15% em ganho real. Não aceitamos o que foi enviado. Queremos o justo. Entendemos que isso é irrisório e vamos para um ato no próximo dia vinte e três”, ressalta o presidente do Sindpol, Josimar Melo.

Esse ganho real não é um interesse somente dos policiais civis, contempla todas as outras categorias da Educação, Saúde, Segurança e Agricultura.

A correção ofertada pelo Governo corresponde ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Essa política de implantação de reajuste linear (para todos), anualmente, foi acordada em 2011 e os 5,83, afirma o Governo corrige as perdas consequentes da inflação de 2012. Mas, as categorias contestam.

Fonte: Correio de Alagoas

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias