24 de outubro de 2012 às 17:56

Krona Tubos e Conexões inaugura primeira fábrica em Marechal Deodoro

A Krona Tubos e Conexões inaugura oficialmente, no dia 26 de outubro, terceiro parque fabril e a primeira unidade fora do estado de Santa Catarina. Em operação desde maio, a fábrica, localizada no Polo Multifabril Industrial José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro/AL, foi desenvolvida para expandir o abastecimento nas regiões Norte e Nordeste do país e aumentar em 50% a capacidade produtiva total da Krona. A empresa também visa a participação de 60% nos pontos de venda no Nordeste num prazo de dois anos.

Fundada em Joinville, a Krona está posicionada atualmente entre as três maiores empresas de Tubos e Conexões de PVC do país. Atua com duas unidades em Joinville (sendo uma de tubos e conexões e outra de acessórios hidráulicos) e agora expande unidade fabril no Nordeste em função dos bons resultados de crescimento no mercado da construção civil na região. O empreendimento deve gerar, no total, 520 novos postos de trabalho diretos e indiretos.

A nova fábrica está com as quatro linhas de extrusão (tubos) instaladas e doze injetoras operando nos três turnos. Com a instalação completa de todas as máquinas, a unidade do Nordeste pode chegar a uma capacidade total de produção de 1.300 toneladas/mês. Até o momento está produzindo 850 toneladas/mês de tubos e 50 toneladas/mês de conexões. O investimento foi de R$ 70 milhões, com R$ 54 milhões de financiamento do BNDES.

A Krona Tubos e Conexões trabalha atualmente com 20 mil clientes, distribuídos em todo território nacional e em alguns países do Mercosul (Paraguai, Bolívia e Chile). Até o final de 2012, espera atingir um crescimento de 17% em relação ao ano passado, graças ao investimento em tecnologia e lançamento de produtos – atualmente o portfólio da empresa é composto de cerca de 600 itens.

“A nossa estratégia é continuar investindo na complementação de linha e expandir a participação no cenário nacional. Para isso vamos seguir trabalhando no investimento de produtos da construção para que num prazo de cinco possamos instalar mais duas unidades de produção, uma no Sudeste e outra no Centro-oeste”, revela o diretor Comercial e de Marketing da Krona, Valdicir Kortmann.

Fonte: Real Deodorense

1 Comentário

  1. ANTONIO CESAR TEIXEIRA DE ALMEIDA disse:

    Gostaria de fazer comentário, mas é muito difícil encontrar essa marca no mercado baiano ou até mesmo no mercado nordestino, pois o monopólio da tigre é muito grande,mas gostaria que fosse montado um parque fabril aqui no Polo Petroquímico de Camaçari, um dos maiores do Brasil, onde a TIGRE tem uma grande fábrica, e precisa de concorrente.

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE

Website desenvolvido por André Moabson