Madereira Portal
Auto Peças

Após ter o braço quebrado pela mãe, menino pede para ela ‘ficar boa’

Sob efeito de álcool, Maria Cícera confirmou agressão ao filho

Mais uma tragédia familiar terminou na Central de Polícia, na noite desta segunda, dia 24. Uma mulher de 32 anos foi autuada em flagrante por lesão corporal, após agredir e quebrar o braço do filho de apenas 13 anos, durante uma suposta reprimenda.

Sob efeito de álcool, Maria Cícera da Conceição parecia não perceber a gravidade do seu ato. Questionada se gostaria de ser ‘educada’ da mesma maneira, ela se limitou a dizer “não era a pior mãe de Paripueira”.

O conselho tutelar do município foi acionado quando o menor deu entrada no posto de saúde do município. O menino, franzino, acompanhou a prisão da mãe e sua ida à Central de Polícia, onde – descontrolada – falava coisas desconexas.
De acordo com relatos extraoficiais, além do menino agredido, Maria Cícera possui outros cinco filhos. Alcoólatra, já teria tentado o suicídio em três oportunidades, sem jamais ter sido internada ou ter recebido atendimento psicossocial.
Durante a prisão, o companheiro de Maria Cícera, que trabalha como pescador, não foi encontrado. Assustado com o episódio, o filho de Maria Cícera fez apenas um pedido: não queria que a mãe fosse presa. “Só quero que ela fique boa”.

Fonte: AL24hs

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias