Madereira Portal
Auto Peças

Mulher é assassinada, com faca cravada no peito

vtr

Pelo corredor e nos dois quartos, marcas de sangue. Na cozinha da casa, um corpo estendido no chão. Banhada de sangue e com uma faca cravada em seu corpo Helda Antonia de Lima, de 52 anos, torna-se mais uma vítima da violência que assusta aos alagoanos.

Dona Helda, pessoa bastante conhecida dos moradores da Avenida Senador Rui Palmeira, no Trapiche da Barra, em Maceió, havia sido vista no último domingo. Os vizinhos sentiram sua falta e na noite desta terça-feira, um deles resolveu destelhar a casa, já que seu veículo, o Kia Picanto, de placa OHD 6584 – Maceió-AL, estava estacionado na garagem.

Para desespero do vizinho dona Helda estava morta. Ele acionou a polícia e uma guarnição do 1º Batalhão, comandada pelo sargento Adeildo, chegou rapidamente ao local. Os policiais entraram na residência e confirmaram o óbito.

Dona Helda, que residia ao lado da Associação Comunitária dos Moradores e Amigos do Trapiche da Barra, era viúva e vivia da pensão do esposo, que trabalhou na Aeronáutica.
Segundo vizinhos, ela tinha um namorado.

Crime pode ter sido passional
Dona Helda foi assassinada com golpes de faca. A arma do crime ficou cravada em seu corpo. Como há marcas de sangue em várias partes da casa, que não tinha sinais de ter sido arrombada, a vítima deve ter entrado em luta corporal com o assassino. O namorado dela deverá ser ouvido pela polícia.

“É muito cedo para falarmos em culpado, mas por ter namorado e ele não ter sentido sua falta, pela casa não ter sinais de arrombamento e pelas marcas de sangue na casa certamente o delegado que investigará o caso irá solicitar a presença do namorado”, disse o sargento Adeildo.

 Fonte: emergencia190

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias