Madereira Portal
Auto Peças

Polícia mata homem que resistiu à abordagem

Foto: Ilustração

Policiais militares mataram o jovem Waltervan de Santana Dias, de 22 anos, na noite dessa quinta-feira (09), depois que o homem resistiu a uma abordagem, fugiu e trocou tiros com os PMs, no bairro do Tabuleiro do Martins, próximo à entrada do campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Já Gênesis Viana dos Santos, de 22 anos, que estava com o jovem baleado na motocicleta, foi preso e autuado em flagrante por tentativa de homicídio.

Agentes da Radiopatrulha faziam rondas de rotina quando tentaram abordar dois homens considerados suspeitos. A dupla, que estava em uma motocicleta de cor roxa e placa NMO-3326, fugiu. A polícia saiu em perseguição dos acusados, que terminaram perdendo o controle da moto e caíram. Desesperados, eles começaram a atirar contra a viatura da polícia, que ficou com marcas de balas.

Os militares revidaram à ação dos perseguidos e atingiram Waltervan. Segundo a PM, ele portava um revólver calibre 38, com capacidade para seis munições, das quais cinco estavam deflagradas. Ele foi socorrido pelos próprios policiais, mas morreu pouco depois de dar entrada no Hospital Geral do Estado (HGE).

Já Gêneis Viana dos Santos foi capturado. Ele também estava armado, com uma pistola PT 635, com três munições no carregador. O jovem foi levado à Central de Polícia de Maceió, no bairro do Prado, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio, dano qualificado e auto de resistência à prisão.

Esta foi a segunda pessoa morta em ação policial em menos de 24 horas. Ainda na manhã dessa quinta-feira, um homem acusado de chefiar o tráfico de drogas na Grota do Aterro, no Barro Duro, foi baleado ao trocar tiros com a polícia em uma operação comandada pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN). Nessa investida, outras três pessoas foram presas.

Fonte: Gazeta Web

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marechal Notícias